AO VIVO

AO VIVO SESSÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON

POLÍTICA

Legislativo rondonense pode ter novo Regimento Interno até final deste ano

Projetos de resoluções foram apresentados na sessão desta segunda-feira (09)

Mal. Cândido Rondon
PODER LEGISLATIVO | 10/10/2017 13h42

Projetos de resoluções foram apresentados na sessão desta segunda-feira (09) (Foto: Cristiano Viteck )

Começou a tramitar nesta segunda-feira (09) na Câmara de Marechal Cândido Rondon o projeto de resolução 07/2017, que dispõe sobre o novo Regimento Interno, que é o conjunto de normas que regulamenta as atividades do Poder Legislativo Municipal. O estatuto atualmente em vigor é de 2005. Em razão disso, já não atende muitas das demandas ou é omisso em relação a aspectos legais mais recentes que devem reger a Câmara.

Conforme o vereador presidente Pedro Rauber, o novo Regimento Interno que está sendo proposto é resultado do trabalho iniciado em março deste ano. Ele foi coordenado pela comissão especial formada pelos vereadores Nilson Hachmann e Arion Nasihgil, juntamente com o diretor Ademar Dahmer, o procurador jurídico Victor Boff e os oficiais legislativos Augustus Bonadiman e Luís Carlos Diesel.

Lido na sessão desta segunda-feira, o projeto de resolução foi baixado para a análise de todas as comissões permanentes da Câmara de Vereadores, que poderão sugerir mudanças no texto do novo Regimento Interno. A expectativa é que a votação ocorra até o final deste ano. Por se tratar de um projeto de resolução, necessita de apenas uma votação para ser aprovado ou rejeitado.

Imprensa

De outra parte, durante a sessão de segunda-feira  (09), também foi dado início ao trâmite do projeto de resolução 06/2017. De autoria dos vereadores Adriano Cottica, Arion Nasihgil e Josoé Pedrall, ele trata da autorização aos órgãos de imprensa para acompanharem na íntegra as sessões públicas do Poder Legislativo rondonense, juntamente com todos os equipamentos necessários à realização da atividade jornalística.

Conforme o projeto, para o exercício de suas funções durante as sessões, os veículos de imprensa ficam isentos da necessidade de apresentar requerimento prévio ou receber autorização por escrito do Poder Legislativo. A determinação incluída no projeto de resolução se estende a qualquer cidadão que queira gravar e transmitir as sessões.

O projeto de resolução foi baixado para análise da Comissão Permanente de Justiça e Redação. A previsão é de que a votação aconteça já nas próximas semanas.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp